quinta-feira, 10 de julho de 2014

15 melhores (piores?) capas de jornal sobre a derrota do Brasil na Copa


É, não deu. E não deu mesmo. Se você esteve morando dentro de um caverna nos últimos dias, tava tendo MUITA Copa, Copa até demais, e ontem (08) o Brasil jogou a semifinal com a Alemanha, no Mineirão, em BH, sonhando com a final no Maracanã, no domingo. O resultado, er... pois é...

Prometendo superar o Maracanazo de 1950, o Mineiranazo de 2014 marca mentes e corações de torcedores, e os jornais registraram em suas capas hoje (09) a derrota brasileira por 7 a 1 no jogo contra os alemães.

O MNMD preparou a seleção com as 15 melhores (ou piores?) capas de jornal após a derrota do Brasil por 7 x 1 na Copa do Mundo. Tem nem muito o que dizer :(

#15 DIÁRIO CATARINENSE (SC)

O Diário Catarinense estampa o sentimento de incredulidade de um menino, que assistia
ao jogo em Copacabana, no Rio. É, não tem como explicar mesmo.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Por que o Castelo Rá-Tim-Bum foi o melhor programa infantil?

A TV Cultura voltou a exibir os episódios do Castelo Rá-Tim-Bum no dia 30 de junho,  o que é uma alegria para quem teve a oportunidade de assistir entre 1994 e 1997. O seriado já fez 20 anos (sim, você está ficando velho). Além disso, no dia 16 de julho o Museu da Imagem e do Som (MIS) em São Paulo inaugura uma exposição do seriado, que será no mínimo, nostálgica.


Sem dúvidas, o Castelo Rá-Tim-Bum foi um seriado muito especial, porque apresentava muitas características não convencionais de um programa para as crianças na época, era criativo e curioso. Mas afinal, por que ele foi o melhor programa infantil de todos os tempos? 

#1 Porque sim, Zequinha!

Ele é o melhor programa porque sim! O Telekid, interpretado pelo Marcelo Tas, que respondia às perguntas do Zequinha, era uma espécie de Google dos anos 90 em forma de pessoa, que explicava as mais variadas curiosidades.

sábado, 5 de julho de 2014

Qual sua melhor lembrança do Orkut?


Parece que foi a notícia da morte de uma pessoa querida. Depois do fim do MSN, mais um companheiro das nossas infâncias de internet vai nos deixar: o Orkut. Ele penou por anos após seus usuários brasileiros o terem trocado pelo Facebook, enfrentou fofocas de que iria ser fechado a qualquer momento, viu a Google deixá-lo de lado para investir naquele fantasma chamado Google+ e até ganhou uma versão nova fake. Mas agora é oficial: em setembro deste ano daremos adeus definitivamente ao site que foi a primeira rede social da maioria de nós e o primeiro contato de muitos com a internet, esse mundo louco que a gente não vive sem.

O MNMD, aos trancos e barrancos devido ao forte choque emocional, foi perguntar a alguns amigos quais eram suas melhores lembranças do Orkut. Queríamos saber por quê as pessoas iriam sentir a falta da rede, e quais foram as situações que mais dão saudades quando elas se lembram daqueles anos dourados. Eis o que ouvimos:

segunda-feira, 30 de junho de 2014

22 orkutices que você já fez

A internet está de luto! Depois de 10 anos, o nosso amado Orkut tem o seu fim decretado. Já não é de hoje que a rede social "morreu", mas quando tem data marcada para acabar de verdade, o choque é maior. O Google decidiu que a partir de hoje, já não será mais possível criar perfis e depois do dia 30 de setembro deste ano não existirá mais o domínio “Orkut.com”.

Você também tinha curiosidade de saber quem eram essas pessoas? (Imagem: Reprodução)

sexta-feira, 20 de junho de 2014

7 tipos de torcedores da Copa do Mundo


E a Copa tá rolando, meus amigos! Alguns falaram que não teria, outros que seria um fiasco total. Porém: teve copa, tá tendo copa e quer vocês queiram ou não vai ter copa até metade de julho.

E sabe o que tem junto com copa? Isso mesmo, galera reunida, bolão da firma, churrasco dos amigos, olé na arquibancada, fila no estádio, promoção no bar e no mercado, atestado médico falso pra faltar aula ou o trabalho... Enfim todo esse clima de Copa que a gente tanto gosta. É nessa época também que a gente resolve libertar o torcedor dentro de nós, então vista a amarelinha, pega sua bandeira, acenda o fogo na churrasqueira e descubra que tipo de torcedor você é.



#1 Torcedor supersticioso:

Cueca do Penta em 2002, sentado no mesmo lugar onde estava quando o Ronaldo Fenômeno anotou o segundo em cima da Alemanha, com as mesmas pessoas que gritavam junto naquela manhã de domingo. Gato preto, nem pensar. Escada, passa longe. Nada que possa dar azar e quebrar a ~energia~ entra na sala.

Esse torcedor acredita mesmo que o sobrenatural interfere em campo. Escreve o nome dos jogadores adversários e coloca na geladeira, acende vela, traz imagem de santo, assiste o jogo rezando. Vale tudo, já ouvi falar até de pedrinha da sorte, mas uma coisa é certo: não queira atrapalhar a superstição desse tipo de torcedor, afinal, com tanta mandinga é melhor não arriscar.